Ir para o conteúdo

Transcon e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Transcon
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Twitter
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
16
16 JUL 2022
EDUCAÇÃO
SEGURANÇA PÚBLICA
TRANSPORTE E TRÂNSITO
TransCon realiza campanha voltada para motociclistas e combate ao uso de cerol
enviar para um amigo
receba notícias

A Prefeitura de Contagem, através da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (TransCon) realiza, entre os dias 19 e 28 de julho, uma série de blitz pelas oito regionais da cidade contra o uso da linha de cerol em pipas. As ações fazem parte da campanha Motociclista Antenado 2022 e têm como objetivo incentivar medidas de proteção que podem salvar vidas de motociclistas e ciclistas. Entre os trabalhos que serão feitos, está a distribuição de antenas que serão instaladas em motos e bicicletas. 

A Gerente de Educação para o Trânsito da TransCon, Fernanda Fajardo, comentou a respeito da importância das atividades. “A ação é importante porque a gente atua na prevenção dos acidentes de forma direta, com os motociclistas e ciclistas saindo protegidos das nossas blitzes com a instalação das antenas. Não é só um bate-papo, uma orientação e uma distribuição de material”. A expectativa é de que aproximadamente 100 motociclistas e ciclistas passem diariamente pelas ações em cada regional. 

O uso de antena corta-pipa é obrigatório para motociclistas, de acordo com o Artigo 139 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Ela protege a região do tórax e do pescoço – onde fica localizada a aorta, principal veia do corpo humano. A não utilização desse equipamento pode colocar em risco a vida de quem pilota, pois o deixa vulnerável a ser atingido pelas linhas cortantes. De acordo com o Hospital João XXIII, em 2021 foram atendidos 26 casos graves de cortes causados por cerol ou linhas similares. 

Os perigos do cerol e linhas cortantes 

De acordo com o site Cerol Não, o cerol é uma mistura criminosa de cola de madeira com vidro moído que é passado nas linhas das pipas com a intenção de cortar a linha das pipas de outros empinadores. Outra variação perigosa é o uso de pó de ferro, que tem o agravante, pois pode conduzir eletricidade caso a linha toque nos fios de alta tensão, gerando choques elétricos. 

A mistura feita de cola e vidro moído possui uma grande capacidade de corte que pode provocar ferimentos profundos que são potencialmente mortais se atingirem a região do pescoço ou que podem deixar sequelas em suas vítimas. 

De acordo com a Lei estadual 23.515, quem for flagrado vendendo linhas cortantes pode ser multado no valor de aproximadamente R$ 4.770,30 e, em casos de reincidência, o valor pode chegar a pouco mais de R$ 238 mil. Caso o uso da linha cause dano a alguma pessoa ou a patrimônio público, a multa é aplicada no limite máximo (R$ 238 mil) e não exime o infrator das responsabilidades civil e penal cabíveis. Caso um menor de idade seja apreendido com o uso de cerol ou linhas similares, os pais ou responsáveis são notificados da autuação e o caso é comunicado ao Conselho Tutelar. 

Confira abaixo as datas, locais  e horários em que as ações da TransCon serão realizadas. 
 

Cronograma Motociclista Antenado 2022 - 20-07-22 - 16h31

Cronograma sujeito a alteração*

Informações para a imprensa:  
Douglas Araújo ou Wilker Cruz: (31) 3329–3364 / (31) 98797-3316 

 

 

Autor: Douglas Araújo
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia